CIRES adere ao programa Operation Clean Sweep® (OCS)

29Mar

Nos últimos anos, tem-se verificado uma preocupação crescente com a presença de lixo plástico nos oceanos. A maior parte deste lixo resulta essencialmente de bens de consumo doméstico ou dos seus detritos, que são eliminados de forma imprópria pelos consumidores.

No entanto, uma parte deste lixo consiste de pequenas partículas de materiais plásticos que deveriam ter sido transformadas pela indústria, mas que acabaram nas praias e nos oceanos. Cabe pois à indústria dos plásticos assegurar a contenção das matérias-primas que produz e/ou manuseia, nomeadamente dos produtos sob a forma de pós, flocos ou pellets.

 

Neste âmbito, surgiu a Operação Clean Sweep (OCS), um programa internacional delineado com vista a evitar a disseminação de microplásticos para o meio ambiente, nomeadamente nos cursos de água e nos oceanos. Este programa teve origem na América do Norte e está implementado na Europa desde 2015, fazendo parte do projecto global Marine Litter Solutions da Global Plastics Alliance.

 

Em Portugal, a APIP – Associação Portuguesa da Indústria de Plásticos – é a entidade detentora da licença do programa OCS, que juntamente com a entidade certificadora AENOR, desenvolveu um esquema de certificação que permite às empresas verificar o nível de implementação e eficácia das boas práticas de controlo e prevenção da perda de microplásticos para o ambiente, em todas as operações ou etapas em que estes sejam manuseados.

 

Em linha com a sua política de sustentabilidade, a CIRES aderiu ao programa OCS em Julho de 2017, através da plataforma http://www.opcleansweep.eu/. Enquanto produtora de homopolímeros de PVC, a empresa assumiu por esta via o compromisso voluntário de implementar um plano de acção, recorrendo às melhores práticas e sistemas de limpeza, contenção e controlo para prevenir a perda de partículas plásticas que são manuseadas durante as atividades de produção, armazenamento e transporte. 

 

Após a implementação das medidas adequadas no terreno, a CIRES prepara-se para a auditoria externa de certificação, prevista para o próximo mês de Junho, com a qual pretende obter a certificação OCS e o selo OCS 2021 atribuído pela APIP.

 

Para além da CIRES, também a PREVINIL e a CYGSA, empresas de compostos do grupo ShinEtsu, aderiram a este programa, tendo a CYGSA obtido a certificação OCS no passado mês de Fevereiro.

A CIRES convida ainda todos os seus parceiros pertencentes à cadeia de valor dos plásticos (transportadores, transformadores e recicladores) a aderirem e perseguirem os compromissos do programa OCS. 

 

Mais informações em https://opcleansweep.pt/

Imagem retirada de https://www.opcleansweep.org/